segunda-feira, 12 de julho de 2010

"Lembranças do tempo de Criança!"

Os tempos bons sempre renascem na lembrança,
Das brincadeiras de infância com o amigo Pedro,
Da caça as borboletas no jardim de Dona Minervina,
No pé de manga da casa de Zezé,
Da pipoca da venda de Dona Ilza,
Do pé de pinha da casa de Dona Lúcia,
E da eterna paixão adolescente
                          [Pelo sorriso da bela poeta.




Clarence Santos 


PS: Foto da rua onde todas estas historias aconteceram...

segunda-feira, 5 de julho de 2010

"Quando li Vinicius hoje..."

Tava procurando o que ler agora a pouco,
algo que falasse ao meu coração, ou que 
pelo menos falasse ao momento em que
estou vivendo, foi quando peguei o livro
"Antologia Poética" do "Poetinha" Vinicius de Moraes,
ele sempre me fala, e os seus textos são realmente 
fantásticos, mas de tantos textos no livro escrito não
sabia qual ler, nem por onde começar na verdade,
foi quando me veio o numero "232", o numero da "BR"
que me leva a casa onde mora o amor, e lá eu li...


Não tinha como ser diferente, mais uma vez,
o poetinha-profeta acerta de novo,
e mais uma vez, com o coração feliz digo,
Obrigado Vinicius...




Clarence Santos