quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

O NASCIMENTO DA VIDA

Tudo começa com um traço, um rabisco, uma frase, uma letra, um beijo...
Mas nem todos entendem isto, sempre esperam mais,
Filhos da impressora, pensam, baixam, pesquisam, escravos do Google
Querem tudo pronto, impresso, digitalizado, tudo agora...
Gosto dos rabiscos, dos traços, das primeiras pinceladas,
Todo filho amado nasce de um beijo, dos toques,
Do suor, mais beijos, mais toques, dança, musica, ritual
Um culto a Dionísio...
A espera, a ansiedade, a dor, o parto, nascimento
Daí então a pintura no quadro,
Daí então a musica soando,
Daí então a poesia,
Daí então o filho nas mãos,
E só então a vida.


Clarence Santos

3 comentários:

Luana Lopes disse...

As vezes o silêncio é o mais correto. E nesse momento as palavras me fogem, diante desse paradoxo que é a vida.

Ingrid disse...

Nem tudo que é pronto, rápido nos atrai... É principalmente nesse momento de descobertas que é preciso tempo de apreciar o que estar por vir... É essa a mágia!!!

LAJEDO disse...

as vezer o dinamismo ou a falta de trabalho para que as coisas se realizem têm atrapalhado a vivencia do ser humano com seu semelhante, a tecnologia é boa mas nada como um romance a moda antiga, onde um vive com o outro momentos de descobertas e, juntos vao se moldando a realidade de cada um.