domingo, 5 de agosto de 2012

“A brincadeira das palavras...”


Sempre fui meio pai das palavras que brincam em minha mente
São crianças sapecas  que vão e vem, e quando me dou conta, já estão fora
Brincando no quintal,
Fico apreensivo, pai cuidadoso, chamo-as para dentro
Brigo, mas não tenho resposta que não sejam os sorrisos que me soltam
Alegres me convidando a brincar com elas, e vou...

Clarence Santos

Nenhum comentário: