sábado, 20 de abril de 2013

Numa noite de quem sonha


Ele a olhava da porta do quarto, na ponta dos pés, quase sem respirar pra não ser visto, escondido deixava apenas o olho esquerdo a mostra,
Ela na sala esperava o melhor momento para viver seu sonho, enquanto isso assistia novela e comia nutella no pote,
Ele a achava linda, mesmo vestida apenas naquela camisa enorme de quem dorme, adorava aquele descaso proposital,
Ela se encantava com esse jeito dele, discreto, tímido na verdade, mas sincero. Adorava deixa-lo sem graça, vermelho por isso, e assim resolveu,
Ela se levantou e foi ao seu encontro,
Ele correu e se jogou na cama para fingir fazer outra coisa, que não a espiar,
Ela entrou no quarto dona de si, e dele também, deitou na cama, o abraçou, deu-lhe um beijo e logo deitou a cabeça em seu peito, jogando ainda sua perna sobre ele,
Ele ao final estava com um sorriso idiota no rosto enquanto a abraçava puxando pra mais perto ainda de seu corpo,
Ela escondia o sorriso num mal fingido sono...
Adormeceram,
Na esperança de ter encontrado a perfeição naquele exato momento,
E acordaram na solidão de quem descobre que tudo não passa de um sonho,
Esqueceram que perfeição não é quando tudo dá certo, mas quando se aprende a rir com o que não dá...

Clarence Santos

Um comentário: